Ri na Rama a Rosa Rubra PDF Imprimir E-mail
Escrito por Ruth Salles   

Bruto e bravo, brama o búfalo.
Berra e brinca o bode branco.
Zurra a zebra, zune o zéfiro.
Ri na rama a rosa rubra.
Freme a folha a farfalhar.
Corre em curva o claro córrego.
Voa o vento e envolve o vale.
Chia a chuva e encharca o chão,
pinga em pedras, pula em plantas,
lambe e lava e leva a lama.
Soa o sino em som de sonho.
Pela praça, em plena pompa,
passa o pato, passa a pomba.

Consta do livro “Aprendendo com Poesia”

 

Creative Commons 3.0

Você pode copiar, distribuir, exibir e executar os conteúdos desta página, mas não pode utilizá-los com finalidades comerciais, não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta, e deve dar sempre o crédito ao autor original.

Leia Mais