Login
     
Os Sinais de Pontuação PDF Imprimir E-mail
Peça de Ruth Salles

Brincadeira para aprender os sinais de pontuação. Música do cancioneiro infantil popular. Nesta versão ela já está atualizada em função da reforma ortográfica. Aqui você assiste ao vídeo de uma classe de terceiro ano, da Escola Waldorf Rudolf Steiner, ensaiando a peça. Consta do livro 2 da coleção Teatro na Escola. Leia as orientações pedagógicas.

Sugerida para crianças de 9 anos.

O JavaScript está desabilitado!
Para ver esse contúdo, você precisa de um browser capaz de reconhecer JavaScript.

PERSONAGENS:

Coro
Grupo que faz os gestos dos acentos circunflexo, grave e agudo
Duas frases sem pontuação
Coro do espanto
Dois pontos
Aspas
Ponto-e-vírgula
Ponto de interrogação
Vírgula
Ponto de exclamação
Cedilha
Til
Travessão
Reticências
Ponto final
 
(Cada sinal tem seu desenho na bata, menos os três do grupo que gesticula)

TODOS (cantam):
"Sete e sete são quatorze.
Os sinais de pontuação
estão sempre ajudando
numa boa redação.
            Ou voando sobre as letras,
            ou pisando o pé no chão,
            estão sempre trabalhando
            os sinais de pontuação."
 
GRUPO DOS TRÊS ACENTOS (com gestos indicativos dos sinais):
- Com o acento circunflexo,
levo um pêssego na sacola.
Com o acento grave,
eu vou à escola.
Com o acento agudo,
eu até estudo.
 
DOIS PONTOS:
- Se a frase quer fazer uma citação,
eu pulo meus dois pontos, e ela segue então.
 
ASPAS:
- É aí que meus ganchinhos vão dois a dois:
Aspas primeiro e aspas depois.
 
PONTO-E-VÍRGULA:
- A frase corre e avança,
mas com o ponto e vírgula ela descansa.
 
PONTO DE INTERROGAÇÃO:
- E eu sou o ponto de interrogação.
Se alguma coisa a frase quer saber,
em cima do ponto eu me enrolo e pronto!
É só responder.
 
VÍRGULA:
- A vírgula é bem leve, faz a frase respirar.
Devagar se vai ao longe. É melhor não se cansar.

PONTO DE EXCLAMAÇÃO:
- Olá, turma!
Eu sou o ponto de exclamação.
Se a frase quer mostrar emoção,
eu subo no ponto,
estico meu braço
e pronto!
 
CEDILHA:
- Se algum problema no Cê aparece,
eu, a senhora cedilha,
faço o Cê virar dois Esses!

TIL:
- Eu sou o til.
Queria tanto ser onda do mar...
Mas, como não posso,
faço uma ondinha em cima do O ou do A.


PRIMEIRA FRASE SEM PONTUAÇÃO:
- Ouça a frase de João Maria eu vi antes depois Luiza também não só vi Gastão
 
CORO DO ESPANTO:
- Socorro! Que confusão!
Chamem os dois pontos, as aspas, o ponto e vírgula,
o ponto de interrogação, a vírgula
e o ponto de exclamação!

(Os sinais chamados vêm correndo e se inserem na frase, que então é repetida)

PRIMEIRA FRASE, COM PONTUAÇÃO:
- Ouça a frase de João:
"Maria eu vi antes;
depois vi Luiza também?
Não, só vi Gastão!”

CORO DO ESPANTO:
- Ufa! Ainda bem que teve solução!

SEGUNDA FRASE SEM PONTUAÇÃO:
- O calorao é uma desgraca para o coracao do leao-marinho. Ele soluca e tropeca.

CORO DO ESPANTO:
- Socorro! Que foi isso? Que horror!
Chamem a cedilha e o til, por favor!

(Os sinais chamados vêm correndo e se ajeitam na frase, que é então repetida)

SEGUNDA FRASE, COM PONTUAÇÃO:
- O calorão é uma desgraça para o coração do leão-marinho. Ele soluça e tropeça.

CORO DO ESPANTO:
- Ufa! Ainda bem que consertamos a frase depressa!

RETICÊNCIAS (3) (segurando o travessão):
- Espere, espere, onde é que você vai? Quem é você?
 
TRAVESSÃO:
- Eu sou o travessão,
um risco bem grosso.
Atravesso a frase
sempre que posso,
e explico um pouco mais
o que foi dito atrás.

RETICÊNCIAS:
- Espere a frase certa.
Essa já está completa.
Fique aqui atrás
e pense um pouco mais
nisto, naquilo, etc... etc...

TRAVESSÃO:
- Mas, quem são vocês,
com tanta paciência?

RETICÊNCIAS:
- Somos as reticências!

TODOS:
- Sete e sete são quatorze.
Os sinais de pontuação
estão sempre ajudando
numa boa redação.
            São quatorze ou são quinze?
            Ninguém sabe confirmar,
            porque todos eles tremem
            sem saber se vão ficar.
E a apóstrofe? E o hífen?
Dezesseis ou dezessete?
Mas eu fico com quatorze,
porque são sete mais sete.

PONTO FINAL:
- E depois desta conversa,
acabou-se o festival.
Pois eu chego e paro a peça
com meu ponto final!

 

Creative Commons 3.0

Você pode copiar, distribuir, exibir e executar os conteúdos desta página, mas não pode utilizá-los com finalidades comerciais, não pode alterar, transformar ou criar outra obra com base nesta, e deve dar sempre o crédito ao autor original.

Leia Mais